Slider

Vídeos

Postagem em destaque

Constelação familiar sistêmica: Um nome estranho, mas que pode mudar a sua vida.

O que é essa terapia que até os tribunais de justiça estão aplicando?  Sabe todas aquelas vezes em que vemos geração após geração repet...

Polícia

Politica

Educação

Esportes

Economia

Entretenimento

INVENTÁRIO DA OFERTA TURÍSTICA DE BODOCÓ-CONFIRA




» » » » » » » » » » » Com Prass, Neymar e Douglas Costa, Micale convoca a seleção olímpica

Técnico, que tem até o dia 18 de julho para entregar a lista definitiva para a Olimpíada, pode não contar com alguns jogadores por conta da falta de liberação dos clubes

imagem adaptada por Davi Diniz
O técnico Rogério Micale anunciou nesta quarta-feira a lista com os 18 jogadores convocados da seleção brasileira para a disputa dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. Destaque para a presença do atacante Neymar, do Barcelona, que ficou fora da Copa América Centenário, nos Estados Unidos, por ter optado em jogar pela inédita medalha de ouro para o Brasil. O clube catalão não liberou o jogador para a disputa de ambas as competições. Os outros dois maiores de 23 anos são o goleiro Fernando Prass, do Palmeiras, e o atacante Douglas Costa, do Bayern de Munique.
Micale anuncia a convocação de Fernando Prass para os Jogos Olímpicos (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)
Dos 18 jogadores convocados, 12 atuam no futebol brasileiro. Mas a lista final  da Seleção olímpica ainda poderá sofrer mudanças antes da estreia do time de Micale no dia 4 de agosto, contra a África do Sul, em Brasília. A CBF, ainda com dificuldades nas negociações com clubes europeus, tem até o dia 14 de julho para entregar a relação definitiva de convocados ao Comitê Olímpico Brasileiro - há uma lista prévia com 35 nomes, que não foi divulgada.
TABELA convocação seleção olímpica  (Foto: Editoria de Arte)
Anfitrião, o Brasil está no Grupo A do torneio de futebol nos Jogos Olímpicos, ao lado de África do Sul, Iraque e Dinamarca. A estreia da equipe comandada por Rogério Micale será contra os sul-africanos no dia 04/08, em Brasília, às 16h (horário local).
A seleção brasileira se apresenta ao técnico Rogério Micale no dia 18 de julho, na Granja Comary, em Teresópolis. A equipe trabalhará no local até o dia 27. Depois segue para Goiânia, onde disputará um amistoso contra o Japão, no dia 30.
Micale só foi confirmado como técnico da seleção olímpica após a demissão de Dunga, que acabou eliminado com a equipe principal na Copa América Centenário, nos Estados Unidos. O treinador, que terá a missão de conquistar o inédito ouro olímpico para o Brasil, deixa claro que a lista de convocados foi elaborada somente por ele. Não teve interferência de Dunga, e muito menos de Tite, que é o novo técnico do Seleção:
- Em relação ao legado do Dunga, existia um trabalho conjunto. Mas a partir do momento que assumi a seleção olímpica a autonomia para convocar passou a ser minha. Conversei com o Tite. Dei as boas vindas e há um trabalho agregado. Agora, gostaria muito de dizer que quero contar muito com o Tite junto ao meu trabalho. Tem muito a agregar. É o atual campeão brasileiro e tem toda a liberdade.
Uma das surpresas da lista foi o goleiro Fernando Prass, do Palmeiras, que não teve chances na seleção principal. Aos 37 anos, o atleta ganhou a oportunidade pela liderança que tem em seu clube, além da qualidade técnica. E recebeu muitos elogios de Micale:
- Ele tem o perfil de liderança. Peguei muitas informações sobre o que ele representa ao seu clube, é um jogador de liderança. Vem se destacando e demonstrou ser bom em penalidades. É um torneio que pode acontecer essas coisas. Agora é o perfil técnico e de liderança. Quer ganhar sempre. É isso que queremos hoje para a nossa seleção: que tenha técnica e saiba da importância de vestir a camisa da seleção brasileira. Ter amor por isso.
Rogério Micale também evitou entrar em polêmicas ao ser questionado sobre os críticos com a sua escolha para comandar a seleção brasileira nas Olimpíadas:
- Dependemos do resultado, que é o que vai dizer se a pessoa é capaz ou não. Mas eu me sinto preparado para realizar o trabalho. Há situações nas quais não podemos ter controle absoluto no futebol, mas vou colocar o que aprendi até aqui. Não quero calar nenhum crítico, eu tenho que focar no meu trabalho e seguir minha linha com convicção.
Uma outra questão esclarecida por Erasmo Damian, coordenador do departamento de base da CBF, é sobre os quatro nomes que ficarão como suplentes da seleção para os Jogos Olímpicos. Os jogadores não foram anunciados nesta quarta-feira, e serão conhecidos apenas no dia 14. O que é certo é que estes atletas não participarão dos treinamentos na Granja Comary, serão chamados apenas em caso de corte de algum dos convocados.
Técnico da Seleção principal, Tite acompanhou a convocação na CBF (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)
Por Rio de JaneiroGlobo Esporte

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um comentário