Slider

Vídeos

Polícia

Politica

Educação

Esportes

Economia

Entretenimento

INVENTÁRIO DA OFERTA TURÍSTICA DE BODOCÓ-CONFIRA




» » » » » » Policiais confessam que receberiam R$ 20 mil para matar PM no ES

Rambo foi morto por PMs de Pernambuco
(Foto: Reprodução/ TV Gazeta)
Dois policiais militares de Pernambuco confessaram participação na morte do PM licenciado Valdir Luiz Duarte, conhecido como Rambo . Eles foram detidos logo após o crime, em Guriri, no Norte do Espírito Santo, e contaram que receberiam R$ 20 mil pelo crime. Um terceiro suspeito também foi detido.
Os dois policiais militares detidos disseram que vieram ao Espírito Santo somente para matar Valdir. Com eles, a polícia encontrou três armas: duas pistolas ponto 40 e uma Glock 380, considerada uma das melhores armas do mundo, por ser de alta precisão.
O policial assassinado tinha o apelido de Rambo por ter a habilidade de atirar com duas mãos e dificilmente errar o alvo. Ele foi morto na chácara onde morava, na comunidade das Meleiras, em Conceição da Barra, na manhã de segunda-feira (15).
Segundo a polícia, ele estava no quintal quando os dois policiais detidos avançaram com o carro sobre o portão e atiraram.
Acusações 
Valdir era acusado de participar de um crime ocorrido em Conceição da Barra há 10 anos. A vítima Maria Carmem Comério foi sequestrada quando estava em um salão de beleza e levada dentro do próprio carro.
Três dias depois, o marido dela, o empresário Carlos Antônio Comério, foi assassinado. Na época, cinco pessoas presas, entre elas Valdir e outros dois policiais militares. A mulher nunca foi encontrada.
O comando da Polícia Militar em São Mateus já havia solicitado a prisão de Valdir pelo envolvimento em vários crimes. Segundo o comandante do 12º Batalhão da PM, o coronel Paulo Duarte, os militares que mataram Valdir também têm um histórico de envolvimento com crimes em Pernambuco.
http://www.jornalfloripa.com.br/

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um comentário