Slider

Vídeos

Polícia

Politica

Educação

Esportes

Economia

Entretenimento

INVENTÁRIO DA OFERTA TURÍSTICA DE BODOCÓ-CONFIRA




» » » » » » » » Brivaldo Alves x Lairton Rodrigues e Armando Pedrosa-Túlio Alves x Danilo Rodrigues e Otávio Pedrosa- Coincidência e Paradigma

(foto montagem. reproduções do facebook)

A história se repete na politica bodocoense? Sim! Mas podemos julgar as duas situações com o mesmo peso e a mesma medida, ou apenas como um tipo de paradigma que alguns criaram?
Há, aproximadamente, 16 anos, o então prefeito, Brivaldo Alves, disputou sua reeleição contra o ex-prefeito Lairton Rodrigues, pai do atual prefeito Danilo Rodrigues, sendo vice de Laírton o Dr. Armando Pedrosa. 
O que muitos estão comparando, no atual momento, é que em vez de Brivaldo, o concorrente é seu filho, Túlio Alves, que está na disputa contra Danilo Rodrigues, este tendo como vice, Dr Otávio Pedrosa, que é filho de Dr Armando Pedrosa (ex-vice de Dr. Lairton).
Realmente, há uma coincidência!
- ELEIÇÕES DE 2000   -   Brivaldo  X  Lairton e Armando (pais)
- ELEIÇÕES DE 2016   -   Túlio x Danilo e Otávio (filhos)
Naquela eleição, Brivaldo obteve um resultado bem expressivo.
Mas vamos às comparações e ver se tem cabimento ao que estão, hoje, especulando:
- Em 2000, Brivaldo era o prefeito e Lairton,  oposição;
-Hoje, Túlio é oposição e Danilo, o prefeito.
-Brivaldo já tinha escrito uma história política, pois estava concorrendo à reeleição, e havia feito alguns trabalhos, diga-se de passagem. E mesmo tendo como opositor um ex-prefeito, com uma história gravada no município, ele ainda era o novo, pois o povo ainda acreditava na continuidade dos trabalhos.
- o atual candidato, filho de Brivaldo, não tem nenhuma história política. Ele está na disputa somente pelo o fato do seu pai não ter entrado por um motivo: FICHA SUJA! Pois o mesmo teve suas contas rejeitadas pelo o Tribunal de Contas e ratificadas pela a Câmara de Vereadores de Bodocó, o que o tornou inelegível. Túlio não representa o novo, pois como todos sabemos, é apenas um substituto do pai, que foi derrotado nas urnas em 2012 pelo atual prefeito. Se por ventura o garoto chegasse a ser eleito, todos sabem que apenas sua caneta teria alguma utilidade.
-Danilo tem uma história política construída e em construção. Diferente de Túlio, que disputa sob a sombra do pai. Danilo disputou uma eleição para vereador e foi eleito, por méritos próprios. Porque, mesmo sabendo que se tratava do filho de Lairton Rodrigues, seus eleitores acreditaram em seu potencial de jovem e o elegeram como representante da juventude e do povão. Danilo liderou algumas conquistas alcançadas pela oposição na câmara, quando o prefeito ainda era Brivaldo. Nisso, criou-se a expectativa e esperança de um novo representante para gerir o município.
Dois grupos políticos se uniram e colocaram Danilo Rodrigues para disputar a próxima eleição não mais como vereador, mas como prefeito. Tendo que enfrentar o “todo poderoso” Brivaldo.
Brivaldo havia elegido seu secretário Junior Marcelino, que, posteriormente, rompeu a aliança com ele. Daí, resolveu disputar sua terceira eleição, tendo dois ex-secretários como adversários: Junior Marcelino, que tentava a reeleição, e Dr. Zé Inaldo, que estava sendo apoiado por uma parte do grupo Modeba.
Brivaldo obteve uma votação esmagadora sobre seus dois adversários. O que o tornou, até então, “O Grande” em Bodocó. Para alguns, o “Imbatível”.
Todavia, na eleição posterior, necessariamente em 2012, o grupo que apoiou Junior Marcelino, que era composto em parte por Quizilas e parte por Modebas, resolveu unir-se com o grupo Modeba, que havia apoiado Zé Inaldo, escolhendo Danilo Rodrigues para disputar contra Brivaldo.
Um partido que vinha perdendo há 16 anos, encarou uma campanha com poucos recursos, contra um líder egocêntrico e autoritário e levantou como um gigante que estava adormecido, mostrando que não existe o infalível, o indestrutível.
Hoje, um pedaço da história se repete.              
O filho do ex-prefeito derrotado, disputando contra um filho de outro derrotado.
Danilo Rodrigues tem história. Sua disputa não é contra Túlio, e sim, contra Brivaldo!
Apesar de disputar contra um ex-prefeito que tem história, Danilo ainda é o novo, o povo ainda acredita que o avanço depende e deve continuar em suas mãos.
Túlio ainda deve criar sua história política dentro de Bodocó. Um jovem simpático, alegre e sonhador, que talvez tenha como objetivo um dia ser o gestor dessa cidade. Mas que seja por um processo de aprendizado e evolução, não sob a sombra do pai.
Danilo e Otávio são filhos de dois velhos aliados, que, um dia, foram derrotados.
No entanto, eles escreveram suas próprias histórias. Cada um cresceu e venceu barreiras para se tornarem grandes profissionais, tendo cada um a mesma profissão do pai.
Hoje, temos uma mera coincidência. Mas a situação muda relevantemente.
Danilo e Otávio, uma nova história construída com experiência e espirito de liderança.
Túlio Alves, uma história que começa a ser construída, através da sombra do pai que pretende governar usando apenas a caneta do filho.

por Davi Diniz

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um comentário