Slider

Vídeos

Polícia

Politica

Educação

Esportes

Economia

Entretenimento

INVENTÁRIO DA OFERTA TURÍSTICA DE BODOCÓ-CONFIRA




» » » » » » » Promessa sertaneja: Janaína Santos traça meta para ir aos Jogos de Tóquio

Aos 18 anos, a atleta acumula bons resultados nas categorias de base do salto em distância. Nesse novo ciclo olímpico espera evoluir e conquistar uma vaga em 2020

Janaina Santos e seu ex professor Herton Diniz (foto: Davi Diniz)

A Olimpíada do Rio de Janeiro deixou saudades. Recordes batidos, despedidas, a alegria da torcida, conquistas inéditas, tudo ficará guardado para sempre na história do esporte. Agora, um novo ciclo olímpico está aberto, com destino a Tóquio 2020. Como ainda é muito cedo para cravar quais serão os atletas classificados para a competição, o GloboEsporte.com Petrolina e Região separou alguns nomes do sertão pernambucano que têm potencial para estar entre os representantes do Brasil na Terra do Sol Nascente. 
Janaína Santos, Ouricuri, atletismo (Foto: Janaína Santos / arquivo pessoal)Janaína Santos é uma das promessas do esporte pernambucano (Foto: Janaína Santos / arquivo pessoal)
Um desses nomes é Janaína Santos. Aos 18 anos, a jovem nascida na cidade de Ouricuri sabe bem onde quer estar em 2020. Os bons resultados nas categorias de base do salto em distância servem como combustível para o sonho da garota. Eleita a melhor atleta escolar de Pernambuco em 2015 e com medalhas no mundial da categoria, realizado no mesmo ano na China, o objetivo de Janaína é chegar pela primeira vez aos Jogos Olímpicos. 
Mesmo tendo potencial para atingir sua meta, Janaína sabe que para conseguir uma vaga na próxima olimpíada terá que evoluir muito em quatro anos. Sua melhor marca no salto em distância é 5,93m. O índice para os Jogos do Rio foi 6,70m. 
– Bom, o segredo é treinar muito e dedicação total. Mas posso confessar que, caso não tivesse me lesionado, minha marca estaria muito maior que 5.93m. Estou em processo de treinamento a longo prazo – diz. 
Janaína compete na categoria sub-20. No entanto, já teve a oportunidade de participar de provas com atletas adulto. Ela esteve na última edição do Troféu Brasil, disputado no mês de julho. A vivência com atletas mais velhos e a experiência fora do país, quando passou dois meses treinando no Canadá, são pontos que animam a jovem sertaneja, que tem como fonte de inspiração a saltadora pernambucana Keila Costa. 
Janaína Santos, Ouricuri (Foto: Emerson Souza/Arquivo pessoal)Janaína Santos no Mundial Escolar, disputado na China (Foto: Emerson Souza/Arquivo pessoal)
– Ganhei experiência competindo com pessoas mais velhas. Participar de uma competição de um nível tão alto foi muito gratificante. A experiência que tive no mundial da China e o período que passei no Canadá também podem me ajudar – acredita Janaína.
Cursando a faculdade de fisioterapia, Janaína mora, estuda e treina no Recife. Na capital pernambucana, ela é acompanhada de perto pelo técnico Daniel Gonçalves e continua recebendo orientações do técnico Herton Diniz, com quem trabalha desde o início de sua carreira em Ouricuri, na Escola Dom Idílio. 
Daniel Gonçalves acredita no potencial da atleta. O treinador destaca que o trabalho está sendo feito para que Janaína possa chegar aos Jogos Olímpicos, mas respeitado todas as etapas de evolução. 
- Janaína ainda está se adaptando aos meus treinamentos, ao ritmo dos treinos e as condições que tem, como uma pista sintética para treinar e além dos treinos serem de segunda a sexta. Vislumbro sim ela brigar por um vaga na prova do salto em distância na Olimpíadas de Tóquio, estamos fazendo um planejamento para que isso aconteça, mas sem queimar nenhuma etapa. - avalia Daniel Gonçalves.  
Por Petrolina, PE

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um comentário