Slider

Vídeos

Postagem em destaque

Grupo de amigos realizam mais um Projeto Natal Criança Feliz em Bodocó-PE

O Projeto Natal Criança Feliz está em seu sexto ano e o seu principal objetivo é tornar um Natal mais feliz para as crianças da zona ru...

Polícia

Politica

Educação

Esportes

Economia

Entretenimento

INVENTÁRIO DA OFERTA TURÍSTICA DE BODOCÓ-CONFIRA




» » » » » » Bate-Estaca quer VanZant ou Esparza como nova rival e diz: "Estão correndo"

Brasileira enfrentaria Maryna Moroz no UFC 207, mas luta caiu por conta de lesão. Segundo Jéssica, Gadelha pediu o confronto, mas o Ultimate negou: "Impossível"

Jéssica Andrade espera definição de adversária para entrar em ação no UFC 207, dia 30 de dezembro (Foto: Getty Images)
Em busca de nova adversária após Maryna Moroz ser retirada do confronto marcado para o UFC 207, dia 30, Jéssica Bate-Estaca acredita a divisão dos palhas está com medo de enfrentá-la. Invicta na categoria até agora, com triunfos contundentes sobre as duras Jessica Penne e Joanne Calderwood, a brasileira ficou perto de encarar Tecia Torres e Angela Hill, mas ambas negaram o confronto. Em entrevista ao Combate.com, ela afirma que se manterá no card do evento e cogita que a solução do Ultimate será trazer alguma lutadora de fora para se tornar sua próxima oponente.
- Eu já estou com a passagem comprada, tudo certo, os exames todos feitos. Só estou esperando a adversária. O UFC não teria me mandado a passagem nem todas as outras coisas se não fosse para eu lutar. Vou viajar dia 18 para lá e ficar aguardando a luta. Meu empresário disse que o UFC não deu sinal de vida, mas eles estão buscando a luta, tentando com outras atletas. Provavelmente vão contratar uma nova menina para lutar comigo - disse.
Bate-Estaca tem em mente uma adversária: Carla Esparza. No entanto, ela não acha que a luta vai acontecer. Isso porque a americana, que recentemente foi a publico reclamar da falta de lutas oferecidas pela organização, já "correu" do duelo uma vez e faria isso novamente, em sua opinião. Outra opção que lhe interessa é Paige VanZant, mas Jéssica vê o confronto como improvável.
- Já era para terem definido essa luta, só que elas estão correndo, não querem lutar comigo. Gostaria muito de lutar com a Carla Ezparza, mas provavelmente não vai a acontecer. Pode ser que definam só na última semana. Eu não sei explicar o porquê. Eu acho que é porque sou nova na categoria, tô enfrentando adversárias muito duras. Acho que elas estão com receio de lutar e ter uma derrota no cartel. Entre o top 5, gostaria de lutar com a Carla. Ela já correu uma vez e não quer lutar comigo. Ou a Paige, mas isso nunca vai acontecer. Acho que a Paige é vista como a menininha do UFC. A dona do cinturão é a Joanna (Jedrzejczyk), mas a Paige é a menininha. Se eu lutasse com ela, seria uma luta muito dura e ela se machucaria muito - diz.
Outra opção seria a brasileira Cláudia Gadelha, primeira do ranking da categoria, mas Jéssica também nega que o confronto possa acontecer. Isso porque a brasileira já foi derrotada duas vezes pela campeã da categoria, Joanna Jedrzejczyk, e uma vitória sobre Jéssica, que é a mais cogitada a ter a próxima "title shot", atualmente, não lhe daria uma nova chance.
- A Claudinha pediu a luta, queria muito lutar comigo, já que ela quer ter a possibilidade de lutar pelo cinturão. Falaram para ela que é uma coisa impossível, porque provavelmente eu seria a próxima a lutar com a Joanna e, como ela já teve duas oportunidades, o UFC cortou - disse.
Jéssica não quis desafiar ninguém, e reforçou seu desejo em encarar Carla Esparza ou Paige Van Zant. Além disso, a brasileira mencionou a última concorrente ao título, Karolina Kowalkiewics, como uma possível próxima oponente.

- Acho que continuo com a minha tese de encarar a Carla Esparza, é uma luta muito boa, meu jogo casa com o dela. Ou a Paige. Pode até ser também a Karolina Kowalkiewics, não vejo problema nenhum. Mas eu sou mais de esperar. Se a luta com a Maryna não aconteceu, não era para ser com ela. Comigo, sempre acontece isso, as adversárias sempre se machucam (risos). Vamos esperar.

UFC 207
30 de dezembro em Las Vegas, EUA
CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-galo: Amanda Nunes x Ronda Rousey
Peso-galo: Dominick Cruz x Cody Garbrandt
Peso-pesado: Fabricio Werdum x Cain Velásquez
Peso-galo: TJ Dillashaw x John Lineker
Peso-palha: Jessica Andrade x adversária a ser anunciada
Peso-meio-médio: Mike Pyle x Alex Garcia
Peso-meio-médio: Brandon Thatch x Sabah Homasi
Peso-meio-médio: Tim Means x Alex Cowboy
Peso-meio-médio: Dong Hyun Kim x Tarec Saffiedine
Peso-meio-médio: Johny Hendricks x Neil Magny
Peso-mosca: Louis Smolka x Ray Borg
Peso-médio: Antônio Cara de Sapato x Marvin Vettori

*Estagiário, sob supervisão de Raphael Marinho
Por Rio de Janeiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um comentário