Slider

Vídeos

Postagem em destaque

Grupo de amigos realizam mais um Projeto Natal Criança Feliz em Bodocó-PE

O Projeto Natal Criança Feliz está em seu sexto ano e o seu principal objetivo é tornar um Natal mais feliz para as crianças da zona ru...

Polícia

Politica

Educação

Esportes

Economia

Entretenimento

INVENTÁRIO DA OFERTA TURÍSTICA DE BODOCÓ-CONFIRA




» » » » » » » Instabilidade aumenta no interior do NE-Chuvas em alguns estados, enquanto outros ficam sob a influência do ar seco, muito calor e umidade baixa sem expectativa de chuva.

(foto: Rafaela Rocha)

As áreas de instabilidade avançam sobre o interior do Nordeste do Brasil e já provocam chuva em várias cidades da Bahia, Piauí e Maranhão. Em Alto Paranaíba, no sul do estado maranhense choveu muito nas últimas 24 horas.
De acordo com o Inmet - Instituto Nacional de Meteorologia, o acumulado de chuva entre 10 horas de ontem (6), até 10 horas de hoje (7), horário de Brasília, foi de 79,9 milímetros. Praticamente toda chuva caiu entre 17 e 19 horas, quando choveu aproximadamente 70 milímetros. O volume de chuva em Alto Parnaíba, neste período, foi o maior registrado no Brasil, segundo o Inmet.  
Em Canto do Buriti, no Piauí, também houve registro de temporal nesta última terça-feira. Entre 10 horas de ontem (6) e 10 horas de hoje (7), horário de Brasília, foi registrado um acumulado de 46,8 milímetros. 
Para os próximos dias, a tendência é que as áreas de instabilidade continuem atuando sobre o interior do Nordeste do país, principalmente áreas do Maranhão, Piauí e Bahia. Por isso, as pancadas de chuva vão ocorrer em diversas localidades destes estados no decorrer do dia e por vezes podem ser fortes. Em algumas áreas, a chuva pode acumular valores acima de 60 milímetros. Já, os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe ficam sob a influência do ar seco, muito calor e umidade baixa sem expectativa de chuva.

Fonte: Clima Tempo

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um comentário