Slider

Vídeos

Postagem em destaque

Grupo de amigos realizam mais um Projeto Natal Criança Feliz em Bodocó-PE

O Projeto Natal Criança Feliz está em seu sexto ano e o seu principal objetivo é tornar um Natal mais feliz para as crianças da zona ru...

Polícia

Politica

Educação

Esportes

Economia

Entretenimento

INVENTÁRIO DA OFERTA TURÍSTICA DE BODOCÓ-CONFIRA




» » » » Avô estupra neta de sete meses e detalhes chocam o Brasil

Em depoimento à polícia, avô confirmou que também estuprou a filha, quando criança.

Um senhor de idade, de cinquenta e dois anos, acabou sendo preso na Baixada Fluminense, no estado do Rio de Janeiro, acusado de violentar sexualmente a própria neta. Por questões judiciais, não mencionaremos o nome do acusado do crime cujos detalhes, chocaram o país. A neta estuprada era uma bebê, de sete meses. Ela morreu no dia 15, em decorrência do agravamento de seu estado de saúde. A criança chegou a ser levada para o Hospital Geral de Nova Iguaçu. Apesar do estupro, o laudo médico polemizou e está descrito que a menininha faleceu em decorrência de uma pneumonia.
A criança ficou internada no Hospital por alguns dias. Os médicos, ao realizarem exames, notaram que o bebê tinha uma grave ferida em seu ânus. Seguindo os procedimentos de segurança, os profissionais da saúde entraram em contato com a polícia. Uma perícia no corpo da criança. Ficou constatado pelos investigadores que a neném realmente havia sido penetrada por uma pessoa ou por algo. Começou aí a tentativa de tentar saber quem era que realizava os abusos sexuais na menor.
Em entrevista a um site da região, o delegado responsável pelo caso, Adriano Frima França, falou sobre a investigação. Ele disse que a mãe da menina foi quem começou a elucidar o que poderia ter acontecido com o bebê. Ela lembrou que, quando tinha apenas doze anos de idade, era molestada sexualmente pelo pai. Com isso, o delegado chamou o homem para conversar. O avô nega que tenha estuprado a neta, mas era ele quem estava com a bebê no dia em que os atos foram feitos. O laudo médico e pericial comprova que a garotinha de sete meses foi mesmo estuprada. Com isso, o avô foi preso em flagrante.
De acordo com o avô, ele não molestou a neta, mas confirmou que realmente fez sexo com a filha, quando ela ainda era uma adolescente. Ao delegado, o idoso informou que via a garota transando com um namorado e que, a partir disso, não conseguiu controlar o seu ímpeto sexual. Na sua opinião, o que esse senhor tarado merece como pena? Deixe o seu comentário. #Investigação Criminal

Fonte: blastingnews

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um comentário