Slider

Vídeos

Postagem em destaque

Constelação familiar sistêmica: Um nome estranho, mas que pode mudar a sua vida.

O que é essa terapia que até os tribunais de justiça estão aplicando?  Sabe todas aquelas vezes em que vemos geração após geração repet...

Polícia

Politica

Educação

Esportes

Economia

Entretenimento

INVENTÁRIO DA OFERTA TURÍSTICA DE BODOCÓ-CONFIRA




» » » » » » Advogada bodocoense fala: "Segurança pública é dever do Estado, mas é responsabilidade também dos municípios"

 A onda do crime que vem ocorrendo desfreadamente nos últimos meses em Bodocó se tonou um dos assuntos mais polêmicos tanto nas conversas de rua quanto nas redes sociais.

Drª Yanne Teles, Advogada e Professora de Direito Eleitoral (foto: Facebook/perfil Yanne Teles/montagem: Davi Diniz)


Pra um município de pequeno porte como Bodocó, que possui menos de 40 mil habitantes, é inadmissível que tantos assaltos e mortes violentas venham ocorrendo dentro de intervalos tão curtos de tempo.
A população já não anda mais tranquilamente pelas ruas e em suas casas há bastante preocupação.
As pessoas passaram a ter medo das rodas de conversas nas calçadas, como sempre aconteceu. Uma prática que tem diminuindo bastante devido ao número assustador de assaltos que vem causando pânico e prejuízo à cidade.
Como sabemos, Bodocó é uma das cidades mais politiqueiras da região do Sertão do Araripe.
Quase tudo gira em torno de uma politicagem coronelista que nunca terá fim.
Correligionários da situação defendem com unhas e dentes todo e qualquer comportamento do gestor municipal, enquanto os da oposição não se limitam a disseminar um tipo de revanchismo causado pela derrota nas urnas. Estão se comportando parecido com a ex oposição. Usam até um ditado que diz: "Quem era pedra virou vidraça". 

O mandato do atual governador Paulo Câmara, tem se tornado alvo de muitas críticas e revolta por conta dos altos índices no gráfico da violência no estado.

Segundo informações do site Folha de São Paulo, nos meses de janeiro e fevereiro foram registrados 974 homicídios, quase 47% em relação ao mesmo período de 2016. O estado de São Paulo com uma população quatro vezes maior contabilizou 622 assassinatos nesses meses.
O índice acendeu um sinal amarelo nas autoridades pernambucanas, que estão recontratando até policiais aposentados para tentar investigar os crimes.

Desde o ano de 2017, no estado de Pernambuco não se registram tantos assassinatos. Um verdadeiro retrocesso. Voltamos há dez anos no quesito violência.

No mandato do Prefeito Danilo (PSB), até o ano de 2016 os índices de violência na cidade chegaram a preocupar bastante a população, fazendo com que a oposição da época que hoje está situação disseminasse seu ódio e jogasse parte ou toda culpa no prefeito da época, considerando que o mesmo poderia resolver a situação juntamente com o governador que é do mesmo partido (PSB).

Como podemos perceber nas informações da Folha de São Paulo, de 2016 para 2017 houve um aumento de quase 47% da violência no estado e Bodocó não deixou de acompanhar esse infeliz crescimento. Agora sabemos que mudou o prefeito e a violência aumentou drasticamente.
Nisso, quando começam os debates nas redes sociais, cada um tentando mostrar quem é ou foi o pior, boa parte da oposição questiona o pessoal da situação: "E agora, de quem é a culpa?" "A culpa é do ex prefeito?"
Movidos pela paixão partidária, alguns questionam e outros respondem indiretamente: " A culpa é do governador". "A culpa é apenas do governador". "O prefeito não tem nada a ver".

Também há quem diga: "Já que o ex prefeito é aliado do governador, poderia buscar soluções junto ao mesmo!".
 Ou seja, a culpa que antes era do ex prefeito foi passada para o governador, isentando o atual prefeito. 
O que acontece com a população?  Estão desinformados ou são cínicos mesmo?

Em seu perfil pessoal no Facebook, Drª Yanne Teles, Advogada e Professora de Direito Eleitoral, bodocoense que reside na capital Recife publicou uma nota sobre as publicações polêmicas dos internautas de Bodocó.



Leia o texto abaixo e veja o que diz a Drª Yanne Teles. 

Sobre a questão da violência em BODOCÓ-PE. Segurança pública é dever do Estado, mas é responsabilidade também dos municípios. Os municípios têm a competência para desenvolver ações de prevenção à violência, por meio, por exemplo, da instalação dos equipamentos públicos, como da iluminação, pois lugares bem iluminados são hostis para as praticas criminosas, e fazer a vigilância e conservação de praças, parques e academias. Desenvolver políticas de prevenção ao crime que tenham como público alvo, principalmente, as crianças e os adolescentes, e trabalhar por meio de políticas sociais, no combate às drogas. Essas são apenas algumas das iniciativas que o município pode desenvolver na seara da segurança pública. 
E cabe a cada um de nós cobrar do prefeito a realização dessas medidas. Se o gestor tiver vontade, empenho e criatividade, é possível trabalhar junto com o governo estadual e federal para proteger seus cidadãos.
E cabe a cada um de nós cobrar do prefeito a realização dessas medidas. Se o gestor tiver vontade, empenho e criatividade, é possível trabalhar junto com o governo estadual e federal para proteger seus cidadãos.
Espera-se que, quem chegar a ter conhecimento dessa explicação da advogada, possa mudar seu comportamento e começar a cobrar da forma correta, sem paixão e fanatismo.

                 

Drª Yanne Teles é sobrinha de um dos maiores advogados criminalistas do Brasil, saudoso Dr Ricardo Teles.


Por Davi Diniz

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um comentário