Slider

Vídeos

Postagem em destaque

Constelação familiar sistêmica: Um nome estranho, mas que pode mudar a sua vida.

O que é essa terapia que até os tribunais de justiça estão aplicando?  Sabe todas aquelas vezes em que vemos geração após geração repet...

Polícia

Politica

Educação

Esportes

Economia

Entretenimento

INVENTÁRIO DA OFERTA TURÍSTICA DE BODOCÓ-CONFIRA




» » » » Vereador discute política em bar e é assassinado a tiros

O vereador do município alagoano de Craíbas, Neirivan de Oliveira Silva (PMDB), foi assassinado na madrugada desta segunda-feira (08), após uma discussão sobre política em um bar. O vereador conhecido como Neirivan Motos foi o mais votado do município, nas eleições de 2016, e tinha 43 anos. O crime aconteceu na localidade conhecida como Sítio Santa Rosa, na Zona Rural.

Após obter 1.342 votos, Neirivan exercia seu primeiro mandato e era empresário conhecido no Agreste de Alagoas por comercializar veículos na feira de carros de Arapiraca. De acordo com o relato de testemunhas à polícia, depois de se levantar para ir ao banheiro, o vereador foi seguido e atingido por três disparos de arma de fogo, dois deles, pelas costas. O vereador chegou a ser levado para a Unidade de Emergência Daniel Houly de Almeida, em Arapiraca, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.
A polícia afirma que o crime teve motivações políticas e diz já ter identificado Fabiano Rodrigues da Silva, de 23 anos, como o autor dos disparos. O acusado, que seria conhecido como “Biu do Tonho Domingos”, deixou o local do crime ameaçando as pessoas com a arma em punho e utilizou o veículo Gol de cor bege, placa CAK/5985, para fugir. E o carro foi encontrado abandonado.
A motivação para o crime seria uma rixa política antiga entre ambos, envolvendo outros membros da família. O acusado trabalha como marchante no município. O corpo da vítima foi levado ao IML de Arapiraca, e aguarda perícia para ser liberado para sepultamento.
PE NOTÍCIAS

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um comentário