Slider

Vídeos

Postagem em destaque

Constelação familiar sistêmica: Um nome estranho, mas que pode mudar a sua vida.

O que é essa terapia que até os tribunais de justiça estão aplicando?  Sabe todas aquelas vezes em que vemos geração após geração repet...

Polícia

Politica

Educação

Esportes

Economia

Entretenimento

INVENTÁRIO DA OFERTA TURÍSTICA DE BODOCÓ-CONFIRA




» » » » » Acusadas de pedofilia e estupro de vulnerável são agredidas na central de triagem de penitenciária

A agressão por parte das detentas com as quais dividiam a ala feminina da Central de Triagem aconteceu na manhã desta terça-feira (4).

As mulheres tiveram as cabeças raspadas por outras detentas (Foto: Geovane Brito/G1)
A auxiliar-administrativo e a camareira presas na manhã desta segunda-feira (3) em Santarém, oeste do Pará, por estupro de vulnerável e pedofilia, foram espancadas por detentas do Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura (Crashm), para onde elas foram transferidas na noite de segunda-feira (3). 
De acordo com informações da polícia, as duas estavam na ala feminina da Central de Triagem quando foram agredidas a tapas e pontapés por outras presas e ainda tiveram os cabelos cortados. 
Agentes prisionais tiveram que agir rápido para impedir que algo pior acontecesse às acusadas de estupro de vulnerável e pedofilia presas dentro da operação “Anjo da Guarda” desencadeada pelas polícias Civil e Militar, na segunda-feira (3), que culminou também com a prisão de um médico. 

As duas mulheres foram levadas a 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil onde prestam depoimento sobre a violência sofrida na manhã desta terça-feira e apontam as responsáveis pelas agressões. Em seguida elas serão encaminhadas ao CPC Renato Chaves para exame de corpo de delito.

Entenda o caso completo. CLIQUE AQUI

Por G1 Santarém

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um comentário