Slider

Vídeos

Postagem em destaque

Grupo de amigos realizam mais um Projeto Natal Criança Feliz em Bodocó-PE

O Projeto Natal Criança Feliz está em seu sexto ano e o seu principal objetivo é tornar um Natal mais feliz para as crianças da zona ru...

Polícia

Politica

Educação

Esportes

Economia

Entretenimento

INVENTÁRIO DA OFERTA TURÍSTICA DE BODOCÓ-CONFIRA




» » » SOS Municípios: gestores e CNM elaboram carta ao sistema judiciário


Painéis temáticos e oficinas marcaram os trabalhos do Seminário Liderança Municipal da Redução da Judicialização da Saúde neste dia 5 de outubro. A iniciativa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) identificou as demandas existentes e também os principais entraves da área, que foram resumidos em uma carta.

Durante todo o dia, os participantes puderam mergulhar no universo da judicialização da saúde e compreender seu impacto sobre as administrações locais. O evento teve como uma das principais propostas a implantação de comitês, de modo a serem compostos por representantes do Município e Poder Judiciário.

Essa reivindicação é o primeiro ponto da Carta dos Municípios ao Sistema de Justiça, que reafirma a urgência de se criarem esses grupos. Segundo o documento, o objetivo é elaborar “soluções dialogadas, estabelecendo parâmetros comuns de fluxo de demandas garantindo a atenção integral da população”.

Outro item da pauta diz respeito à realização da convergência e da qualificação das ações judiciais. Os gestores participantes do seminário estão de acordo com o posicionamento da CNM quando alerta para o quantitativo elevado de processos judiciais responsabilizando os Entes locais.

A carta será encaminhada a diversos órgãos como a Advocacia-Geral da União (AGU), o Supremo Tribunal Federal (STF), o Ministério Público Federal (MPF), o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), entre outros. 



Portal CNM (Confederação Nacional dos Municipais)

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um comentário