Slider

Vídeos

Postagem em destaque

Grupo de amigos realizam mais um Projeto Natal Criança Feliz em Bodocó-PE

O Projeto Natal Criança Feliz está em seu sexto ano e o seu principal objetivo é tornar um Natal mais feliz para as crianças da zona ru...

Polícia

Politica

Educação

Esportes

Economia

Entretenimento

INVENTÁRIO DA OFERTA TURÍSTICA DE BODOCÓ-CONFIRA




» » » » Bodocó: Leninha Diniz critica projeto de aumento de imposto e diz que pai do prefeito é quem manda na cidade


Uma polêmica tem tomado conta de Bodocó. O prefeito da cidade, Túlio Alves (DEM), encaminhou para a câmara municipal, um Projeto de Lei (024/2017), onde sugere o aumento na Contribuição de Iluminação Pública (CIP). A proposta do governo é alterar a tabela vigente.
A oposição tem se mobilizado para que a proposta seja reprovada. Na sessão da última terça-feira (05), outros projetos foram aprovados, mas o da CIP, foi adiado. Segundo a vereadora Leninha Diniz (PSD), isso aconteceu porque a situação ficou com medo de uma repercussão negativa, já que o plenário estava lotado de pessoas cobrando a rejeição.
O recesso parlamentar no município começa a partir do dia 15 desse mês. A vereadora Leninha disse acreditar que a bancada do prefeito convoque uma reunião extraordinária para aprovar. Segundo ela, a oposição continuará convocando a população a pressionar. “Têm contas com aumento em mais de 40%. Tivemos vários aumentos através do governo federal. Não tem mais que o povo continuar pagando impostos em momentos de crise como esse. Vamos continuar alertando a população e convocando todos que forem contra esse projeto a participar das sessões da câmara e pressionar os vereadores de situação”, disse.
Outra polêmica acrescentada pela vereadora foi a respeito da influência do ex-prefeito Brivaldo Alves (DEM), pai de Túlio, que ocupa o cargo de secretário de governo. De acordo com Leninha, o jovem apenas assina os papéis, mas quem manda é Brivaldo. “Túlio é apenas para assinar papel. Quem governa e determina tudo em Bodocó é Brivaldo, o pai do prefeito”, completou.

Por Bruno Moraes

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe um comentário